REDE - Associação de Estruturas Para a Dança Contemporânea

Atividades

Comunicado de imprensa da REDE || Crise Covid19 28 Abril

Celebra-se a 29 de Abril próximo o Dia Mundial da Dança. A REDE - Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea assinalará a data em reflexão com os seus associados, num encontro por videoconferência. Este momento é também fortemente marcado pela luta por condições dignas e justas para a actividade artística profissional. Na ausência de respostas apropriadas à emergência vivida, enviámos, no passado dia 25 de Abril, o documento anexo à senhora Ministra da Cultura e solicitámos-lhe uma reunião. Não havendo forma de quantificar precisamente os danos causados por uma paragem do sector das artes performativas, sabemos que muitos trabalhadores se encontram na impossibilidade de pagar contas, rendas ou prestações da casa ou até o mais básico cabaz alimentar. Multiplicam-se as iniciativas privadas e auto-organizadas por um sector exemplarmente unido na resposta à crise, mas nenhuma pode ou deve substituir-se naquilo que compete ao Ministério da Cultura. As soluções até ao momento avançadas pela tutela mostram-se desadequadas, dispersas e pouco abrangentes. As medidas transversais do Governo, e em que a senhora Ministra insiste serem as da Cultura, não nos servem: os critérios de apoio extraordinário da Segurança Social - 3 descontos consecutivos ou 6 interpolados nos últimos 12 meses - deixam de fora inúmeros trabalhadores cuja atividade é intermitente. Além disso, os valores atribuídos a quem cumpre os requisitos não correspondem ao que deve ser um apoio de urgência a quem vê os seus rendimentos reduzidos a zero: em alguns casos há pessoas a receber menos de 100€. A insistência da senhora Ministra em apontar esta medida como suficiente, denota um desconhecimento da realidade do sector, uma inabilidade em lidar com ele e uma quebra de confiança na noção de Estado Social.

Ler mais

Declaração de Boas Práticas para o Sector das Artes e da Cultura em tempos de pandemia Covid-19

Desde o final de Fevereiro, a emergência de saúde pública conduziu progressivamente ao encerramento de todos os espaços culturais e à impossibilidade de realização de eventos em espaço público. O sector cultural foi um dos primeiros a sofrer com as medidas para contenção da pandemia e será um dos últimos a retomar a atividade nas condições pré-existentes, ficando exposta de modo dramático a sua fragilidade, sobretudo pela natureza precária do trabalho de uma larga maioria de profissionais e estruturas independentes.

Ler mais

11-06-2018 (Forum Dança) Assembleia Geral Ordinária

A Assembleia Geral Ordinária da REDE tem como missão principal reunir os associados para refletir e discutir questões relativas à organização, gestão e atividades da associação.

Ler mais

19-06-2018 (Palácio Nacional da Ajuda) Grupo de Trabalho de Reflexão sobre o Novo Modelo de Apoio às Artes

A REDE integra a primeira sessão do Grupo de Trabalho de Reflexão sobre o Novo Modelo de Apoio às Artes. Esta atividade é promovida pela Secretaria de Estado da Cultura e prevê o seguinte calendário de encontros de reflexão: 27-06-2018, 11 e 18-07-2018, 4 ou 5-09-2018 e ainda outro dia a definir neste mês. A 28-09-2018 espera-se a entrega de um relatório final com o balanço das conclusões. Os temas pré-definidos para a discussão são: - A distribuição regional dos apoios - Os tipos de estruturas a concurso e outras fontes de financiamento das entidades, particularmente as municipais - A abertura de concursos por domínios de atividades ou por áreas artísticas - O calendário dos concursos - A ponderação dos critérios de apreciação Mais informações sobre o Grupo de Trabalho podem ser consultadas aqui: https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/comunicacao/noticia?i=ministro-da-cultura-anuncia-grupo-de-trabalho-para-rever-apoio-as-artes.

Ler mais

19-06-2018 Posição da REDE sobre os Programas de Apoio a Projetos 2018-2019

No contexto das reflexões realizadas pelos Grupos de Trabalho da REDE, foi discutida e aprovada a posição da REDE sobre os Programas de Apoio a Projetos 2018-2019 integrados no Novo Modelo de Apoio às Artes.

Ler mais

11-07-2018 (Palácio de São Bento) Audição na Assembleia da República sobre as Estruturas não Apoiadas nos Concursos aos Apoios Sustentados às Artes 2018-2021

A par de outras estruturas independentes e/ou representativas do setor artístico nacional a REDE é ouvida em audição pública, solicitada à Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto pelo Bloco de Esquerda, às 10:00 no Palácio Nacional da Ajuda. Esta audição tem como objetivo fazer o ponto de situação sobre a atividade das estruturas que não foram contempladas com apoio no âmbito dos últimos Concursos de Apoio Sustentado às Artes 2018-2021.

Ler mais

Comunicado de imprensa da REDE || Crise Covid19 27 Março

Ler mais

12-07-2018 (Café Rivoli) Conferência "Relações Laborais na Dança: Profissionalização e Empregabilidade, Desafios e Oportunidades"

Por ocasião do 1.º aniversário da fusão CENA-STE, o sindicato encontra-se a organizar um ciclo de conferências. A segunda, intitulada "Relações Laborais na Dança: Profissionalização e Empregabilidade, Desafios e Oportunidades", conta com a parceria da REDE e realiza-se dia 12 de julho de 2018, às 18:00 no Café Rivoli (Porto). Participarão na conferência Ana Carvalho (Armazém 22), Cristina Planas Leitão (BACtéria), Daniela Cruz, Mariana Amorim (Esquiva) e Né Barros (Balleteatro), com moderação do CENA-STE. Mais informações sobre o evento: https://www.facebook.com/events/426727854509223/

Ler mais

12/10/2018. Declaração REDE | Grupo de Trabalho para Aperfeiçoamento do Modelo de Apoio às Artes

A REDE aceitou fazer parte do Grupo de Trabalho de Aperfeiçoamento do Modelo de Apoio às Artes, no qual participou com a maior disponibilidade para dialogar, suportada nos pressupostos dos trabalhos que desenvolveu anteriormente. A REDE entende esta participação como necessária, apesar de manter que o Modelo de Apoio às Artes precisava de ser reformulado e não apenas aperfeiçoado. Decorrida a totalidade deste processo, a REDE considera necessário manifestar que o presente relatório não espelha de forma inequívoca a complexidade das discussões tidas no seio do GT e segue uma organização que, embora alinhada com as temáticas a tratar primeiramente identificadas, não distingue aspetos essenciais de aspetos secundários, plasmando conclusões que ficam aquém dos considerandos que o GT foi integrando como importantes salvaguardar junto do MC. Também por falta de tempo e por força da densidade das temáticas, a intervenção do GT limitou a sua discussão ao que está atualmente confinado na legislação, acabando por se concretizar em propostas de aperfeiçoamento legal, em vez do melhoramento efetivo do sistema de apoios e da sua reformulação. Não obstante os resultados plasmados em alguns pontos deste relatório, que vão de encontro a reivindicações antigas da REDE, este não abrange todas as suas preocupações no que concerne o Apoio às Artes, não considerando a REDE, por isso, findo o processo de defesa de um sistema mais adequado à realidade e atualidade nacionais.

Ler mais

30/09/2019 Carta à Ministra da Cultura sobre atrasos de resultados nos apoios às artes

Face ao atraso na publicação dos resultados dos concursos bienais de apoio às artes, a REDE endereçou a seguinte carta à senhora Ministra da Cultura, Drª Graça Fonseca: “Tendo a senhora Ministra anunciado publicamente, em Março deste ano, que os resultados dos concursos bienais de apoio às artes seriam conhecidos em Setembro, a REDE - Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea vem por este meio demonstrar a sua apreensão quanto ao atraso na sua publicação e à falta de cumprimento dos compromissos assumidos. Este anúncio havia sido amplamente valorizado por todo o setor, reforçado pela ideia de que aconteceria antes das eleições legislativas e, demonstrando total independência, isenção e transparência do processo concursal relativamente ao ciclo político. Chegado o final de setembro e esgotado o limite dos prazos anunciados, vimos questionar com preocupação crescente a razão deste atraso. Aquando do lançamento dos concursos, a REDE alertou a tutela para a ineficiente e desequilibrada distribuição de verbas entre criação e programação (70% para o domínio da Criação e 30% para o da Programação) e os seus perigos. Entende a REDE que esta distribuição não reflecte o perfil de especialização das entidades anteriormente candidatas e que esta situação é agravada pela regra concursal que obriga as estruturas mistas cujo orçamento em actividades de programação seja igual ou superior a 50% a concorrer a programação e não criação. Acrescendo a tudo isto a informação de que o número de candidaturas nestes concursos tinha aumentado, preocupa-nos que possamos estar perante um problema ainda maior de falta de verbas. Gostaríamos assim de saber se existe algum problema relativamente ao concurso que esteja a comprometer a saída dos resultados e se está a senhora Ministra a pensar em soluções nesse caso. Relativamente ao atraso da saída dos resultados, a situação é igualmente grave no que toca aos concursos de apoio a projetos, cujo anúncio adiado agora para a primeira quinzena de outubro implica que saiam após a data de início de atividade considerada em candidatura. Mais uma vez, não fica cumprida a promessa de antecipação das datas dos concursos, garantia essencial para o planeamento e estruturação da atividade das entidades do setor. A direcção da REDE

Ler mais

Resultados Provisórios dos Concursos Sustentados Bienais 2020/2021 | Comunicado de imprensa

Após tomar conhecimento dos Resultados Provisórios dos Concursos Sustentados Bienais 2020/2021, a REDE - Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea vem reiterar a sua vontade de reunir com a Sra. Ministra, Dra. Graça Fonseca para os debater. Consideramos que este mecanismo de financiamento às Artes traz problemas ao sector e aos seus artistas e agentes, criando situações de grande injustiça e instabilidade, para as quais a REDE já tinha alertado. É urgente que, de uma vez por todas, se estruture um verdadeiro modelo de apoio às artes justo e inserido numa política cultural que vise a garantia dos direitos de fruição e criação cultural em todo o território, como é, também, imperativo acabar com a instabilidade e precariedade do sector, que estes resultados vêm agravar. Estamos disponíveis, como sempre temos estado, para dar os nossos contributos para um modelo de apoio às artes que responda às necessidades do sector e da sociedade e em soluções para colmatar os problemas decorrentes destes resultados, numa perspetiva construtiva e de seriedade. Nesse sentido, aguardamos a resposta do Ministério da Cultura à nossa solicitação de encontro.

Ler mais

Comunicado de imprensa da REDE || Crise Covid19 27 Março

A presente crise epidemiológica que atravessa o país e o mundo não tem precedentes nos tempos vividos pelas nossas gerações. Para a ultrapassar com os menores danos possíveis, é de facto imperativo que o Governo e as instituições públicas coloquem todos os seus recursos à disposição e implementem medidas de política pública extraordinárias. O momento exige um profundo sentido de responsabilidade e de solidariedade entre todos. São as vidas de todos que estão em causa. Para além da saúde de cada um de nós, é fundamental garantir a proteção do trabalho. Para que ninguém fique para trás. Nos últimos dias, a direção da REDE - Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea teve a oportunidade de auscultar os seus associados sobre as dificuldades acrescidas que enfrentam agora como consequência da crise epidemiológica de COVID19. As medidas de distanciamento social e o estado de emergência levaram ao cancelamento e/ou adiamentos de todos os espetáculos programados, com implicações sérias para um sector onde habitualmente já se vivem situações de grande precariedade. Tivemos oportunidade de fazer chegar as seguintes reflexões à senhora Ministra da Cultura, bem como ao senhor Diretor Geral das Artes:

Ler mais